domingo, 23 de dezembro de 2007

Documentos para análise

Amanhã tem ceia de Natal. Já. Até o momento, este foi meu ano que mais passou voando.
Ando não muito animada pra escrever, como se percebe por este blog-às-moscas. A vontade até existe, e forte, mas escrever demanda um processo interno complexo pra quem não trabalha com um computador à frente.
Minha vida funciona na prática, não no virtual. Sento num sofá com uma prancheta e um maço de sulfite no colo, meu principal instrumento são meus ouvidos e meus olhos, preciso perceber pequeninas coisas no meu interlocutor. E anoto o que considero mais importante.
Ou estou no trânsito, atenta a tudo pra não fazer besteira, queimando mãos e braços no sol e maldizendo o fato de morar numa cidade com tantos carros. E tantos maus motoristas. Pelo menos não é São Paulo.
Posso estar passando roupa, fazendo almoço, no banco ou no meu contador, ou ainda levando mãe e tia pra cima e para baixo, de lojas a médicos, de mercados a aniversários de parentes.
Tudo isso para dizer que sentar para escrever é sempre um momento só meu, tenho um certo ritual. Meus momentos eram as madrugadas, mas há dois meses comecei a ir pra academia. Acordo entre 5:30 e 6:30, depende do dia, alguns de natação e yoga, outros de pilates. PRECISO das minhas horas de sono, ou seja, blog foi pro fim da fila de prioridades.
E sabem o que eu descobri? Que sinto muita falta! Vejo coisas diariamente que gostaria de compartilhar, sinto falta de exercitar o português, de ouvir minhas músicas no iTunes, de interagir com minha comunidade virtual via messenger, skype e afins. Será que isso é querer manter um pouco da adolescência ainda próxima?
Caiu a ficha de que quando eu engravidar, automaticamente passo a ser chamada de "senhora". Ui. Não combina! Mas também não rola deixar o projeto de lado por esse receio, né?
"Não sei" me define bem agora. É muita coisa na cabeça, fim de ano, quero dormir bem e ajeitar minha vida, minhas coisas, minha casa.
E definir minhas resoluções de ano-novo pode ajudar.
Hasta.
Feliz Navidad, próspero año e felicidad!

Buenas Fiestas - Los Pirata


3 comentários:

Carola disse...

Aaaaa nem nada a ver! Ninguém me chama de senhora... nada a ver! Hahahahahaha!!!!

Lorena disse...

Ainda sou chamada de senhorita, mesmo como Pedro por perto...
Pode arranjar outra desculpa :)
bjs

Carola disse...

Anaaaaa... cadê vc muler?! Foi abduzida?! KKKK!!! Bjus!