domingo, 13 de abril de 2008

Mononeurônio




Dizem que a loira quando engravida faz tudo mais devagar porque tá dividindo o neurônio com outra pessoa. Sabe que não tô duvidando mais, não...
Ô preguiça de tudo! Apesar do ritmo de atividades continuar intenso, pro azar dessa pobre criança que não descansa aqui dentro, na hora de parar pra pensar na vida só quero dormir.
Mas devagar e sempre esse blog anda pra frente.
O nome do menino ainda não passou pelo chamado consenso geral. Daqui a pouco eu me canso, nomeio e pronto, ai de quem ousar fazer cara feia. A musculatura da barriga tá distendendo, afinal, quatro meses e lasqueira, já. Mas o pique voltou, as dores de grávida se foram, hora de deixar o rio correr sozinho.
Ando com lombrigas de comer tudo que é ácido, de pepinos e cebolinhas em conserva a tomate em todas as suas formas, além de vontade de Coca-Cola, coisa que nunca tive. Aí vou na obstetra e ouço o quê? "Evite tudo que é ácido, que tenha conservantes, refrigerantes, açúcar, senão você vai tornar o ph do bebê... ácido". Hunf.
Será que algum dia vão modernizar esse processo de cordão umbilical? Imaginou? Bato umas verdurinhas sem sal com arroz integral no liquidificador e passo por sonda pro cordão, enquanto eu como meio ovo de Páscoa sem culpa!! Ô, beleza. Tá vendo, desse tipo de pensamento meio neurônio dá conta na boa.
Às vezes tenho a impressão que estou me mudando pra Namíbia em setembro, ou algo do gênero. Toda semana faço várias visitas, vejo pessoas que não via há tempos, conheço bebês já não tão recém-nascidos, atualizo dados, como se fosse "a última visita antes da injeção letal" ou coisa que o valha. Mais uma gaveta é limpa e arrumada, mais uma tarefa encostada no canto é cumprida, mais uma compra essencial no cartão é feita. Ou talves seja ranço de guerra que posso ter da minha última encarnação, "estocar para não faltar, dizer tudo que sempre quis a quem ama, etc", porque é uma coisa inexplicável essa sensação de que nada mais vai ser igual ao que era.
Claro, na prática não vai ser mesmo. Mas será que só amigos com filhos vão lembrar de mim? Será que meu destino serão tardes intermináveis de fim de semana fazendo só programas infantis? Festas de aniversário com cama elástica, piscina de bolinhas e um rádio estridente tocando Xuxa só para baixinhos? Acordar cedo pra ir no parque ver os cachorrinhos? Aaaaainn! Jesus me abana, alguém traz meu Frontal, please.
Difícil não neurar. E pensar que planejei e desejo muito que esse serzinho venha ao mundo, quantos tipos de insanidade existem no catálogo pra definir esse estado?

------..------

Entrei em estado pré-cataléptico.
Boa noite.

3 comentários:

Carola disse...

Hm é assim mesmo, loira. Eu nem era loira e era assim tbém! Rsssss!!! Então, eu só tomava suco de limão, e comia muito abacaxi... hehehehe!!! Hummmmm, ah gora q tô pensando, isso deve ter ajudado a dar as infecções urinárias né! Hahahahaha! Viu, tome cuidado!

Mas fica susse, por mais que pareça que sim, o mundo não vai se resumir a crianças, só! O resto tudo continua existindo, só que vc não vai ter mais taaaanto tempo pras demais coisas, não tanto quanto gostaria... pelo menos até o loirinho aí passar dos 18, tia!

Tô na mesma... nem posso dar mta risada... rssss!!!

MAS É TÃO BÃO!!! É muito gostoso, é a pira mais louca da vida! Vc vai curtir muito!!!

Beijos, até 4a!

CHICO PESSERL disse...

Coragem, filhula!
Tudo isso faz parte do necessário processo de crescer - e nesse caminho algumas coisas vãp perdendo importância, porque surgem prioridades novas.
Quando você passa adiante uma roupa antiga ou um monte de revistas que não folheou no último ano, dá lugar a uma nova, que traz o "thrill" da renovação, da descoberta...
"Olhe quem fala" (o rei da gaveta cheia...), você dirá, mas tenho praticado um pouco e recomendo. A sensação é boa. :)
Que o Theo venha cheio de espaço em teu coração para acompanhá-lo na criação desse mundão novo que ele irá descobrir contigo - e com papai Cláudio.
Beijão, tatuchona!

Agente Concurso "Mostre sua dedicação de mãe" disse...

Olá,
Gostaríamos de ter o seu apoio na divulgação do concurso cultural "Mostre a sua Dedicação de Mãe". Não encontrei um e-mail para entrar em contato, então, por favor, entre em contato através do concursomaes@casasbahia.com.br
Obrigada.